Trico & Fios

A segunda top-down

Já contei para vocês sobre minha primeira experiência em tricotar uma top down. E não é que gostei da brincadeira?

Acompanhei o TJ da Pris, do Craft Room Ideas. TJ é a abreviação de tricotar juntos (hummm, mais um termo para o Dicionário da Mari 😀). Normalmente, são várias pessoas tricotando ao mesmo tempo e trocando experiências sobre alguma receita. Neste caso, a Pris disponibilizou uma etapa do projeto a cada semana. E que projeto lindo! Uma blusa top-down modelo raglan, aquele em que os aumentos são feitos no mesmo lugar e ficam marcadinhos na cava.

Top down da Mari
Top-down da Mari

Embora o modelo da blusa não tenha detalhes, ela não é tão simples assim. Tem carreiras encurtadas, tem montagem tubular… e tem o bendito arremate tubular que eu achei bem chato de fazer. Ele requer muita atenção e paciência. No TJ, a Pris também mostra outras alternativas, mas esse tipo foi o que eu achei que deu o resultado mais bonito, então valeu super a pena ter optado por ele.

A Pris Lopes que está por trás deste TJ é uma designer brasileira talentosíssima. 
Os conteúdos do canal Craft Room Ideas 
são super caprichados, muito claros e fáceis de entender.
Além disso, ela faz parte do time da Tricopedia,   uma ferramenta sensacional e muito
 prática para toda tricoteira.

Para essa blusa, foi a primeira vez que fiz amostras circulares, até então só havia feito amostras planas. Usei o fio Merino DK da Fazenda, cor 425 – Casa da Vivi. A primeira amostra teci com agulha 4,5 mm mas o tamanho ficou um pouco longe das indicações dos números de pontos e carreiras. Foi com a agulha 4 mm que os números ficaram mais próximos. Mas algo não saiu como eu queria. Optei pelo tamanho 40, pois pelas medidas ela ficaria um pouquinho folgada e era assim mesmo que eu queria. Depois de terminar o corpo e antes de partir para as mangas, já percebi que ela estava maior do que eu esperava e eu sabia pelas amostras que depois de lavada, ela aumentaria um pouquinho mais. Não tive a mesma força de vontade da Sofia, do Ateliê ìtaca, que desmanchou uma blusa quase pronta. Resolvi que minha blusa raglan topdown do TJ da Pris, seria modelo oversized.

O que eu fiz de errado ainda não sei. Se foi o cálculo da amostra ou as minhas medidas. Vou pensar positivo e achar que emagreci alguns quilinhos entre a medição e o término do projeto 🤭

Agora, com minha blusa pronta, é só esperar o inverno chegar ao Sul do Brasil. Como ainda vai demorar um pouquinho, já comecei a tecer outra top-down para esperar esse frio, tão aguardado por mim.

Top-down da Mari
Vem, inverno!

(2) Comentários

  1. Mari, amei o post! Que bom que você curtiu tricotar a blusa do TJ! Ficou linda! 😍❤️

    1. Pris, as instruções do TJ foram claríssimas! Ficou fácil e gostoso tricotar.😘😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *